Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidente da Turquia diz que não vai abandonar Maduro e admite visita a Caracas

GIANLUIGI GUERCIA / EPA

Erdogan disse que existe a possibilidade de se deslocar à Venezuela depois da Cimeira do G20 que vai decorrer na Argentina entre os próximos dias 30 de novembro e 1 de dezembro

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que não vai deixar o Presidente da Venezuela sozinho, e adiantou que está a ponderar a possibilidade de visitar Caracas, noticia a imprensa da Turquia esta sexta-feira.

"A Turquia não vai deixar Maduro sozinho", disse Erdogan em Nova Iorque antes de partir para a Alemanha onde cumpre desde quinta-feira à noite uma visita oficial de três dias.

Erdogan disse que existe a possibilidade de se deslocar à Venezuela depois da Cimeira do G20 que vai decorrer na Argentina entre os próximos dias 30 de novembro e 1 de dezembro.

"Se a agenda do Presidente (Maduro) permitir podemos realizar uma visita oficial", indicou.

O chefe da diplomacia da Turquia, Mevlut Çavusoglu, esteve na semana passada na Venezuela onde afirmou que a Turquia está a fazer tudo para ajudar o país.

Durante a deslocação, Çavusoglu assinou acordos de cooperação no sentido do fortalecimento das relações diplomáticas entre os dois Estados.