Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Menina de 6 anos violada num restaurante em Pretória

O alegado violador foi apanhado e gravemente espancado antes de ser levado a tribunal

Luís M. Faria

Jornalista

A África do Sul tem uma das mais elevadas taxas de violação em todo o mundo - mais de 40 mil casos no último ano, falando só em crimes declarados - mas duas situações agora ocorridas estão a despertar indignação como raramente se vê. Uma delas aconteceu o sábado passado em Pretória, quando uma criança de seis anos foi violada num restaurante.

A criança estaria a brincar na área infantil. Um homem de vinte anos já andaria a rondá-la - deixando-se ficar próximo dela, bebendo um copo de água e olhando-a. A certa altura, ela precisou de ir à casa-de-banho e o homem viu a sua oportunidade.

Quando a criança saiu da casa-de-banho, estava a sangrar. O agressor foi lapanhado no local e, quando foi presente a um juiz, apresentava sinais de ter sido gravemente agredido. Ficou em prisão preventiva.

A outra situação foi a de uma jovem de 17 anos que tinha acabado de dar à luz num hospital na Província do Cabo. Segundo contou um porta-voz da polícia, "um homem apareceu, fazendo-se passar por médico. Perguntou-lhe como estava depois do parto. Ela queixou-se de hemorragias e ele disse que ia verificar. Mandou-a despir-se e violou-a".