Guerra na Ucrânia

“Putin é que começou isto e não é obrigação nossa dar-lhe uma saída fácil. A Rússia sabe como contactar os EUA, tem de dar o primeiro passo”

17 outubro 2022 21:40

sergei ilnitsky

Daniel Fried acompanhou de perto, e ao longo de 40 anos, os esforços norte-americanos e europeus para manter um equilíbrio diplomático com a Rússia. O antigo diretor do Conselho de Segurança Nacional norte-americano, durante as presidências de Bill Clinton e George W. Bush, afirma que a Ucrânia (com o apoio dos EUA e da NATO) está numa posição de superioridade em relação a Moscovo, o que exige firmeza e não pânico. O diplomata admite, no entanto, que, se ainda estivesse em funções estaria, neste momento, a delinear todos os planos possíveis dos EUA para responder a um ataque nuclear

17 outubro 2022 21:40

Foi diretor do Conselho de Segurança Nacional norte-americano sob as presidências de Bill Clinton e George W. Bush. Ao longo de uma carreira de mais de quatro décadas nos Negócios Estrangeiros, Daniel Fried esteve envolvido na implementação de políticas norte-americanas na Europa, após a queda da União Soviética. Foi embaixador na Polónia, secretário de Estado Adjunto para a Europa e ajudou a elaborar a política de ampliação da NATO para a Europa Central, ao mesmo tempo que tentava um equilíbrio nas relações com a Rússia. Em 2014, quando Moscovo ordenou a anexação da Crimeia, assumiu o cargo de coordenador do Departamento de Estado para Política de Sanções.