Guerra na Ucrânia

Separatistas em Zaporíjia também querem um referendo de adesão à Rússia, juntando-se aos de Luhansk, Donetsk e Kherson

20 setembro 2022 16:31

Civis observam os restos de um míssil Tochka russo na região ucraniana de Donbas. Moscovo acusa Kiev de utilizar projéteis idênticos, mas com munições ilegais

celestino arce/nurphoto/getty images

Forças pró-russas da região de Donbass, na Ucrânia, querem realizar já de 23 a 27 de setembro referendos para decidirem sobre a anexação dos territórios à Rússia, o que também é uma pretensão dos separatistas em Zaporíjia, zona parcialmente ocupada

20 setembro 2022 16:31

Os territórios separatistas pró-russos da região de Donbass, na Ucrânia, vão realizar de 23 a 27 de setembro referendos para decidirem sobre a sua anexação pela Rússia, anunciaram hoje as autoridades locais.

Os escrutínios terão lugar nas regiões de Donetsk e Lugansk, cuja independência o Presidente russo, Vladimir Putin, reconheceu pouco antes de lançar a sua ofensiva militar contra a Ucrânia

Respondendo aos apelos das autoridades pró-russas no Donbass, também representantes de um órgão consultivo pró-russo na região de Zaporijia, apenas parcialmente controlada pelas tropas russas, juntaram-se hoje aos seus colegas de Lugansk, Donetsk e Kherson, pedindo a realização imediata de um referendo sobre a sua adesão à Rússia.

"Nós, os participantes da Câmara Pública de Cidadãos da região de Zaporijia, apelamos ao chefe da administração regional provisória (instalada pela Rússia), Yevgeny Balitsky, para organizar imediatamente um referendo sobre a questão da união da nossa região com a Federação Russa", refere o apelo recolhido pela agência Interfax.