Guerra na Ucrânia

Kadyrov anuncia pausa “indefinida e longa” na presidência da república russa da Chechénia

3 setembro 2022 17:45

mikhail svetlov - getty images

Ramzan Kadyrov diz que chegou a sua hora, por estar no cargo há muito tempo

3 setembro 2022 17:45

Ramzan Kadyrov, líder da Chechénia, uma das republicas que integra a Federação russa, disse estar a planear uma pausa “indefinida e longa” no cargo.

Lidera a Chechénia desde 2007, mas em março, no início da invasão da Rússia à Ucrânia, Vladimir Putin promoveu-o a tenente-geral, pelo papel que desenvolveu no início da guerra. Cerca de 10 mil homens que combatem do lado russo fazem parte desta federação.

Agora, Kadyrov, através de um vídeo publicado na rede social Telegram, diz que “chegou a altura” de fazer uma pausa por estar na mesma “posição há muito tempo”.

Uma jornalista da BBC partilhou o vídeo no Twitter, questionando se Kadyrov se está efetivamente a demitir ou se pretende que lhe seja pedido mais tempo no cargo.

Kadyrov é há muito aliado de Putin e é conhecido por governar a Chechénia de forma autoritária, sendo acusado de crimes contra a humanidade, incluindo assassinatos e tortura. Na república que governa os direitos das mulheres são reduzidos e os da comunidade LGBT são reprimidos.