Exclusivos

Crise dos refugiados ucranianos no topo da agenda da presidência checa da UE. Muitos “são pessoas que não têm para onde voltar”

30 junho 2022 19:25

nuno botelho

A República Checa é, a partir de 1 de julho, a nova 'comandante' da Presidência rotativa do Conselho da União Europeia. “Gerir a crise dos refugiados e pensar no pós-guerra e na recuperação são as novas prioridades da agenda”, afirmou ao Expresso o embaixador checo em Lisboa, Martin Pohl. Mas não anulam outros desafios: “Queremos manter o foco na recuperação da pandemia e na economia verde, que estavam a ser preparados há vários meses”

30 junho 2022 19:25

O novo embaixador da República Checa em Lisboa queria ser arquiteto paisagista. Trocaram-lhe as voltas a Revolução de Veludo, liderada por Vaclav Havel em 1989, e a cisão amigável da desaparecida Checoslováquia, que em 1993 fez nascer a República Checa e a Eslováquia. Lisboa é o terceiro posto de Martin Pohl como embaixador.