Tecnologia

"Fintech" britânica Plum entra no mercado português com aplicação para fomentar poupança

24 janeiro 2023 10:13

Em simultâneo com mais quatro mercados europeus, a fintech britânica Plum entrou no mercado português com uma aplicação para gestão de finanças pessoais

24 janeiro 2023 10:13

A britânica Plum, uma tecnológica de serviços financeiros digitais (ou fintech, como são conhecidas estas empresas), entrou no mercado português, passando a disponibilizar a sua aplicação para gestão de finanças pessoais no País, anunciou esta terça-feira, 24 de janeiro, em comunicado.

Através da conexão às contas bancárias dos utilizadores - sendo possível fazer essa ligação com contas de 25 bancos em Portugal, incluindo a Caixa Geral de Depósitos, Millennium BCP, Santander Totta, Novo Banco e Banco BPI - a aplicação possibilita o investimento em 3000 ações e em frações de ações, sem o pagamento de comissões, diz a Plum.

A empresa lança também um cartão de débito Visa “sem atrair qualquer custo aos seus clientes com assinatura, permitindo a estes pagarem online via Google Pay, diretamente na loja, ou levantar dinheiro sem taxas em qualquer lugar na Europa”, acrescenta a Plum.

Victor Trokoudes, co-fundador da Plum, disse, citado no comunicado, que o objetivo é “garantir que a gestão de dinheiro é automatizada e cuidada para o futuro”, oferecendo “uma caixa de ferramentas” em prol do “bem-estar financeiro”.

Segundo a Plum, a aplicação já foi usada por 1,5 milhões de pessoas, com uma poupança total de 1,7 mil milhões de euros. Em simultâneo com Portugal, a fintech entrou nos mercados de Itália, Países Baixos, Grécia, e Chipre, estando já presente no Reino Unido, França, Espanha, Irlanda e Bélgica.