Bolsa e Mercados

PSI abre no "vermelho" com pressão do sector das energias "verdes"

PSI abre no "vermelho" com pressão do sector das energias "verdes"
GettyImages

A Greenvolt e a EDP Renováveis estavam entre as cotadas que mais se desvalorizavam na abertura. O principal índice português caía 0,44% pouco depois do arranque da sessão

O PSI, tal como as principais praças europeias, abriu em queda na sessão desta quarta-feira, 22 de março. A bolsa de Lisboa cotava em baixa de 0,44% nos 5845,08 pontos, com apenas duas ações a registar valorizações.

À espera da decisão de taxa de juro da Reserva Federal dos EUA, as bolsas europeias cotavam entre perdas e ganhos, com Paris a negociar na linha de água, Londres a perder 0,24%, e Frankfurt a valorizar-se 0,14%. O Stoxx 600, índice representativo das ações europeias, reverteu as perdas iniciais e negociava em alta de 0,19%.

A Greenvolt (-1,121% para os 6,53 euros), a Ibersol (-0,89% para os 6,70 euros); e EDP Renováveis (-0,85% para os 19,77 euros) eram as cotadas que mais se desvalorizavam ao início da manhã.

A Jerónimo Martins, que apresenta resultados anuais esta quarta-feira, perdia 0,57% para os 21,06 euros.

As únicas ações que se valorizavam ao início da manhã de quarta-feira eram a Sonae, que subia 0,36% para os 0,98 euros; e a Galp Energia, que crescia 0,25% para os 10,21 euros.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: piquete@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas