Bolsa e Mercados

PSI em queda, arrastado pelas grandes empresas

19 janeiro 2023 8:58

thana prasongsin/getty images

Apenas uma cotada começou o dia no “verde” e o PSI é arrastado para o “vermelho”, com as grandes empresas portuguesas a liderarem as quedas. Europa também negoceia em baixa

19 janeiro 2023 8:58

O PSI abriu a sessão desta quinta-feira em terreno negativo, arrastado pelos “pesos pesados” e com apenas uma cotada no “verde”. Às 8h30 o índice apresentava uma desvalorização de 1,37%, para 5886,53 pontos.

Das 15 cotadas que compõem o índice, apenas uma escapou à “maré vermelha” que se abateu sobre o índice, a REN - que avança 0,2%, para 2,535 euros por ação.

De resto, todas se encontram em terreno negativo, nomeadamente os cinco “pesos pesados” (cotadas que mais influenciam o PSI): Galp, BCP, Jerónimo Martins, EDP e EDP Renováveis. E destes cinco, quatro representam as quatro maiores perdas.

A liderar as quedas da abertura encontra-se o BCP, que perde 2,28%, para 0,1841 euros por ação. Segue-se logo a Jerónimo Martins, com uma perda de 2,06%, para 19,98 euros. Logo depois a Galp, que cai 2,01%, para 21,02 euros.

Já a EDP Renováveis - que regista a quarta maior queda - tem alguma diferença para as outras três, estando a cair 1,04%, para 21,02 euros por ação. A “empresa mãe”, EDP, tem quedas menores, ao deslizar 0,21%, para 4,744 euros.

Lisboa segue, assim, a Europa, onde as principais praças negoceiam em baixa, como por exemplo o índice de referência europeu, Stoxx 600, que perde cerca de 0,6%.