Economia

Privatização (ainda) pode salvar gestão da TAP

13 janeiro 2023 13:25

Sucessão de polémicas aumenta pressão para a demissão de Christine Ourmières-Widener

ricardo lopes

Sem dívidas de gratidão, Galamba poderá ser mais duro com a gestão

13 janeiro 2023 13:25

É grande o nervosismo no quartel-general da TAP em relação à Comissão Parlamentar de Inquérito aprovada esta semana. Um striptease que permitirá escrutinar os atos de gestão da Comissão Executiva, presidida por Christine Ourmières-Widener.

Na transportadora há um ambiente tenso, de fim de festa, com a gestão e os trabalhadores de costas voltadas — os sindicatos não lhes perdoam a denúncia unilateral dos acordos de empresa e há um pré-aviso de greve dos tripulantes de cabina de sete dias, a decorrer entre 25 e 31 de janeiro. Encurralada e alvo de sucessivas polémicas, a gestão da TAP parece ter cada vez menos condições para continuar. Não obstante, António Costa voltou a defendê-la esta semana, no Parlamento, ao dizer que é preciso “a maior estabilidade possível” para avançar com a privatização.