Economia

Alemanha paga juros de 2,25% em divida a 10 anos que serve de nova referência europeia

11 janeiro 2023 12:23

O chanceler alemão, Olaf Sholz

clemens bilan/getty images

O Tesouro alemão colocou esta quarta-feira no mercado 5 mil milhões de euros de dívida a 10 anos, pagando 2,25%. Este juro passa a ser a referência na zona euro para o prémio de risco dos restantes membros do euro

11 janeiro 2023 12:23

A Alemanha, liderada pelo chanceler Olaf Scholz, lançou esta quarta-feira uma nova linha obrigacionista a vencer em fevereiro de 2033, pagando um juro de 2,25%, acima do valor de 1,95% registado no último leilão, em novembro, de dívida a 10 anos. O Tesouro germânico colocou 5 mil milhões de euros com uma procura de apenas 1,4 vezes o montante emitido.

A nova linha de ‘Bunds’ com maturidade em 2033 passa a servir de referência (benchmark) para a dívida germânica a 10 anos e para a zona euro, dado o papel desempenhado pela Alemanha como principal economia do euro. A anterior referência vence em 2032 e regista uma yield no mercado secundário de 2,23%.

A subida dos juros a 10 anos era expectável face ao aumento da taxa diretora principal do Banco Central Europeu (BCE) para 2,5% na reunião de 15 de dezembro. Apesar de uma subida mais moderada de meio ponto-percentual (depois de dois aumentos históricos consecutivos de 75 pontos-base), as previsões apontam para que o BCE possa registar uma taxa principal de 4% no verão. A vaga de aperto monetário traduz-se no encarecimento do endividamento público e das famílias.

Portugal ainda não lançou nova linha de Obrigações do Tesouro a 10 anos, continuando com o título que vence em 2032 como referência. A yield no mercado secundário desta linha está em 3,16%, implicando um prémio de risco inferior a 100 pontos-base (1 ponto percentual) em relação à dívida alemã a vencer em 2032. O spread da dívida portuguesa é o mais baixo no grupo de 10 economias periféricas do euro.

No prazo a 10 anos, o Tesouro alemão pretende colocar este ano 65 mil milhões de euros e lançar uma segunda referência nessa maturidade, com vencimento em agosto de 2033.

O primeiro leilão da nova linha a vencer em fevereiro de 2033 realizar-se-á a 1 de fevereiro.