Economia

EDP Renováveis conclui central solar de larga escala no Indiana, nos Estados Unidos

27 dezembro 2022 7:33

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Foto: Getty Images

A EDP Renováveis concluiu a construção de uma central solar nos Estados Unidos, vendida à Northern Indiana Public Service Company por cerca de 300 milhões de dólares, no âmbito da estratégia de rotação de ativos da empresa portuguesa

27 dezembro 2022 7:33

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP Renováveis comunicou ao mercado a entrega à Northern Indiana Public Service Company do controlo da central solar Indiana Crossroads, após a conclusão deste projeto de 200 megawatts (MW).

Esta central fotovoltaica de larga escala no Indiana, nos Estados Unidos da América (EUA), tinha sido anunciada pela EDP em março de 2021, num comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que apontava para 2022 a conclusão da obra. E nesse comunicado a EDP já indicava também que o parque seria construído especificamente para ser vendido à Northern Indiana, e não para ficar no balanço da EDP.

Com a conclusão do empreendimento, a transferência do controlo desta central solar foi feita por um valor total de cerca de 300 milhões de dólares (mais de 280 milhões de euros), com uma avaliação equivalente a 1,5 milhões de dólares por MW.

No comunicado desta segunda-feira à CMVM, a EDP Renováveis sublinha que “já assegurou 3,4 mil milhões de euros de encaixes com rotação de ativos”, no contexto do programa de rotação de ativos de 8 mil milhões de euros para o período 2021-25, objetivo anunciado pela empresa aos investidores em fevereiro de 2021.

A EDP Renováveis nota que este tipo de estratégia (a venda de parques ou participações em parques a terceiros) permite “acelerar a criação de valor e reciclar capital para reinvestir em crescimento rentável”.

A central solar de 200 MW agora vendida à Northern Indiana Public Service Company integra um lote de negócios feitos pela EDP Renováveis com aquela elétrica norte-americana. Em outubro deste ano a EDP Renováveis anunciou também o início da construção do parque eólico Indiana Crossroads II, que deverá ficar operacional em 2023 e cuja energia será adquirida pela Northern Indiana.

As mesmas duas empresas celebraram acordos para outros dois empreendimentos, os parques eólicos Indiana Crossroads I, com 302 MW, e Rosewater, com 102 MW.