Economia

Turquia aumenta salário mínimo em 55% no próximo ano (mas inflação ronda os 85%)

22 dezembro 2022 12:19

sertac kayar/reuters

A Turquia vai aumentar em mais de metade o salário mínimo a partir de 2023, numa altura em que a inflação quase toca os 85%

22 dezembro 2022 12:19

A Turquia anunciou esta quinta-feira, 22 de dezembro, que irá aumentar em 55% o salário mínimo em 2023 para as 8506,80 liras, ou 429 euros ao câmbio atual, com a presidência a abrir a porta a mais aumentos durante o próximo ano, de acordo com notícia da Reuters. A medida aparece numa altura em que a inflação no país ronda os 85%.

Este aumento significa uma duplicação do salário mínimo turco face ao valor de janeiro de 2021. O salário mínimo já tinha sofrido um aumento, entretanto, em julho último, segundo a agência.

O presidente turco, Tayyip Erdogan - que enfrenta eleições em meados de 2023 - disse, no anúncio da medida, que não excluía mais aumentos se necessário e que foi por falta de acordo entre os patrões e os sindicatos que o governo tomou a dianteira.

A inflação turca atingiu os 84,4% em novembro, um abrandamento face aos 85,5% de outubro, uma das mais altas do mundo devido à política monetária ultra-acomodatícia do banco central turco, executando até há pouco tempo cortes sucessivos na taxa diretora para estimular o consumo e o investimento.

O Banco Central da República da Turquia anunciou esta quinta-feira que manteve em dezembro a taxa diretora inalterada nos 9%, sinalizando que é a taxa adequada no contexto económico global atual.