Economia

Bolsa de Lisboa em alta com Sonae a liderar ganhos a subir mais de 1,6%

22 dezembro 2022 10:13

thana prasongsin/getty images

Das 15 cotadas que compõem o PSI, 14 negoceiam no “verde”, sendo que é a Sonae que lidera aos ganhos. Europa também em alta

22 dezembro 2022 10:13

A bolsa de Lisboa estava, esta quinta-feira ao início da manhã, a negociar em alta, com 14 dos 15 títulos do PSI a subirem, liderados pelos da Sonae, que se valorizavam 1,61% para 0,95 euros.

Cerca das 09:25 em Lisboa, o PSI subia 0,59% para 5.799,69 pontos, com 14 'papéis' a subirem e apenas um a descer de cotação (Mota-Engil -0,33% para 1,20 euros).

Às ações da Sonae seguiam-se as do BCP e EDP Renováveis, que se valorizavam 1,17% para 0,15 euros e 1,10% para 21,23 euros.

As ações da Greenvolt, CTT e Galp eram outras das que mais subiam de cotação, já que se estavam a valorizar 0,75% para 8,07 euros, 0,65% para 3,09 euros e 0,65% para 12,48 euros.

As ações da Semapa e Jerónimo Martins subiam 0,63% para 12,68 euros e 0,58% para 20,72 euros.

As outras seis ações que subiam de cotação registavam acréscimos entre 0,15% e 0,56%.

As principais bolsas europeias estavam esta quinta-feira de manhã em alta, animadas com a tendência registada no mercado de Wall Street na terça-feira, sustentada por 'bons' resultados empresariais e pela melhoria do índice de confiança dos consumidores dos EUA.

Esta quinta-feira, os investidores vão estar pendentes dos números de pedidos iniciais de subsídios de desemprego por semana nos EUA e o dado definitivo do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA do terceiro trimestre.

Na sexta-feira serão conhecidos indicadores mais relevantes como o deflator do consumo privado subjacente nos EUA, a medida da inflação preferida da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed), recordam analistas da Renta4 citados pela Efe.

Na quarta-feira, a Bolsa de Wall Street terminou em alta, com o Dow Jones a avançar 1,60% para 33.376,48 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro deste ano.

O Nasdaq fechou a valorizar-se 1,54% para 10.709,37 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro do ano passado.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0648 dólares, contra 1,0601 dólares na quarta-feira, e contra 0,9585 dólares em 27 de setembro, um mínimo desde junho de 2002.

O euro está a cotar-se acima da paridade face ao dólar desde 07 de novembro, depois de ter estado abaixo da paridade desde 20 de setembro, com exceção para o dia 26 de outubro (1,0076 dólares).

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro de 2023 abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 82,56 dólares, contra 82,20 dólares na quarta-feira e o mínimo deste ano, de 76,10 dólares, registado em 13 de dezembro.