Economia

Presidente do Bundesbank defende novas subidas das taxas de juro

Joachim Nagel, presidente do Bundesbank, o banco central alemão
Joachim Nagel, presidente do Bundesbank, o banco central alemão
BIS

"São necessárias mais subidas das taxas de juro para levar a taxa de inflação para 2%", declarou esta terça-feira o presidente do banco central alemão, Joachim Nagel

O presidente do Bundesbank (banco central alemão), Joachim Nagel, considera que o Banco Central Europeu (BCE) precisa de aumentar ainda mais as taxas de juro.

Num simpósio sobre banca organizado pelo Bundesbank, Nagel disse esta terça-feira, 8 de novembro, que "são necessárias mais subidas das taxas de juro para levar a taxa de inflação para 2%".

A dimensão de cada aumento e até que ponto as taxas de juro irão aumentar dependerá da evolução dos dados e das perspetivas, de acordo com o presidente do Bundesbank.

Nagel disse que também parte da normalização da política monetária é a redução da dívida do BCE, que é de quase cinco biliões de euros e coloca uma pressão significativa no sentido da baixa dos rendimentos das obrigações na zona euro.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas