Economia

Espanha aprova baixa do IVA do gás de 21% para 5% até ao final do ano

20 setembro 2022 15:01

nigel roddis/reuters

Espanha aprovou esta terça-feira a revisão da taxa de IVA de 21% a 5% no gás natural em vigor até ao fim de 2022, com possibilidade de alargamento para 2023

20 setembro 2022 15:01

Depois do anúncio do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, de que iria fazê-lo, foi aprovada esta terça-feira, 20 de setembro, a medida que diminui a taxa de IVA de 21% a 5% no gás natural em Espanha, em vigor até ao fim de 2022.

Segundo o jornal espanhol Expansión, a medida abrange empresas e famílias e poderá ser prolongada a 2023 se a crise energética se estender. A revisão em baixa do IVA abrange, também, lenha e pellets para aquecimento.

O governo espanhol aprovou também, esta terça-feira, a inclusão de forma temporária das instalações de cogeração de energia no chamado mecanismo ibérico que limita os preços do gás a pagar na produção de eletricidade, segundo o jornal, o que irá representar 20% do gás consumido no país vizinho em 600 unidades de geração.

A medida inclui-se numa gama de ações tomadas pelo governo espanhol para limitar o impacto da crise energética nos rendimentos das empresas e das famílias, semelhante a vários pacotes de alívio de outros países face às pressões inflacionistas sentidas na Europa.