Economia

Banco central da Suécia faz o maior aumento da taxa de juro em três décadas

20 setembro 2022 10:38

ints kalnins

O banco central da Suécia aumentou as taxas de juro em 1 ponto percentual, para 1,75%, a maior subida dos juros em três décadas. Esta semana outros bancos centrais deverão seguir as pisadas

20 setembro 2022 10:38

O banco central da Suécia, Riksbank, anunciou, esta terça-feira, a sua maior subida na taxa de juros em três décadas, numa semana em que os bancos centrais de todo o mundo devem tomar medidas semelhantes, de acordo o “Financial Times”.

O banco elevou as taxas de juros em 1 ponto percentual, para 1,75%, devido à inflação, que teima em não baixar.

Espera-se que agora que a Reserva Federal (Fed) dos Estados Unidos, o Banco Nacional Suíço, o Banco da Inglaterra e o Norges Bank (da Noruega) sigam o exemplo nos próximos dois dias, com aumentos de 0,5 a 0,75 pontos percentuais.

O banco central da Suécia foi um dos últimos a aumentar as taxas de juro este ano. Em agosto a taxa de inflação foi de 9%, a mais alta na Suécia desde 1991.

O aumento de 1 ponto percentual é o maior desde que o regime de metas de inflação do país foi introduzido em 1993, e, conjuntamente com o banco do Canadá, é o maior aumento este ano entre os bancos centrais mundiais, indica o jornal.

Adicionalmente, o banco central sueco indicou que vai subir as taxas de juros em mais 0,5 pontos percentuais em novembro e 0,25 em fevereiro do próximo ano e, depois, irá provavelmente parar com a subida.