Economia

Inflação de 7,4% leva funcionários públicos à maior perda de poder de compra desde 2010

15 setembro 2022 16:50

Sofia Miguel Rosa

Sofia Miguel Rosa

Jornalista infográfica

nuno fox

Estimativa do Governo para a inflação em 2022 é de 7,4%. A confirmar-se, a perda de poder de compra dos trabalhadores do Estado em 2022 será a maior dos últimos 12 anos. Em algumas carreiras as perdas poderão chegar a 15,9%

15 setembro 2022 16:50

Sofia Miguel Rosa

Sofia Miguel Rosa

Jornalista infográfica

A dúvida estava no ar desde a tomada de posse do Governo maioritário de António Costa. Continuaria o Executivo a aplicar a regra, que vinha sendo adotada desde 2020, e que fazia determinar a atualização salarial da Função Pública a partir da taxa de inflação a 12 meses registada em novembro de cada ano? Ao receber a pasta das mãos de João Leão, o novo ministro das Finanças, Fernando Medina nunca se comprometeu. E a dúvida continuou em cima da mesa, até esta semana. Numa só frase, em entrevista à CNN Portugal, o primeiro-ministro, António Costa, conseguiu esclarecer duas questões de uma assentada: quanto perdem em poder de compra, este ano, os trabalhadores do Estado e quanto poderão perder em 2023.