Economia

Galp recebeu mais de 4 mil pedidos de adesão às tarifas reguladas de gás

13 setembro 2022 12:12

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

phil noble/reuters

Na primeira semana da possibilidade de regresso às tarifas reguladas de gás natural a EDP Gás Serviço Universal recebeu 2500 pedidos de adesão e os comercializadores regulados da Galp tiveram 4 mil pedidos

13 setembro 2022 12:12

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Galp já recebeu mais de 4 mil pedidos de adesão às tarifas reguladas de gás natural que são disponibilizadas pelos vários comercializadores regulados controlados pelo grupo Galp, avançou fonte oficial da petrolífera ao Expresso.

A Galp recebeu até ao momento mais de 4000 pedidos de celebração de contratos com os CUR [comercializadores de último recurso, regulados] desde a publicação do Decreto-Lei [57-B/2022] a 6 de setembro”, indicou a empresa.

Já na segunda-feira a EDP tinha avançado ao Expresso que o seu comercializador regulado de gás, a EDP Gás Serviço Universal, tinha recebido entre quarta-feira da semana passada e o último domingo mais de 2500 pedidos de adesão às tarifas reguladas.

Para já a Galp, que tem a maior parte dos clientes regulados de gás em Portugal (e que, pela sua presença geográfica, terá a maior parte das potenciais novas adesões às tarifas reguladas), apenas disponibiliza a possibilidade de adesão por telefone e em loja.

“A Galp disponibilizará o mais brevemente possível a opção da contratação online e sempre em linha com o prazo estipulado pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos)”, acrescenta a Galp.

Recorde-se que os comercializadores regulados têm 45 dias, desde a entrada em vigor do referido Decreto-Lei, para disponibilizar a possibilidade de contratação digital das tarifas reguladas de gás natural.

O gás natural serve atualmente cerca de 1,5 milhões de clientes domésticos em Portugal, dos quais pouco mais de 200 mil já estão nas tarifas reguladas.