Economia

Twitter pagou 7 milhões de dólares para silenciar um denunciante

9 setembro 2022 9:04

Foto: Getty Images

O advogado de Elon Musk revelou que o Twitter pagou 7 milhões de dólares a um denunciante que questionou a rede social sobre problemas como o número de bots e falhas de segurança

9 setembro 2022 9:04

O Twitter pagou 7 milhões de dólares (valor semelhante em euros) a um denunciante que levantou questões sobre problemas operacionais na rede social para garantir o seu silêncio, revelou um advogado de Elon Musk, na audiência de 6 de setembro.

O pagamento foi mencionado de passagem na audiência entre o Twitter e Elon Musk, que tenta cancelar a sua oferta de 44 mil milhões de dólares sobre a rede social.

“Eles estão a pagar 7 milhões de dólares ao homem e a garantir que ele fica quieto”, disse o advogado de Musk, Alex Spiro, na audiência. Pessoas ouvidas pela “Bloomberg” confirmaram que a referência era a um pagamento ao denunciante Peiter Zatko.

O Twitter ainda não comentou o caso.

A notícia foi inicialmente avançada pelo “Wall Street Journal”, que revelou que o pagamento fazia parte de um acordo relacionado à indemnização perdida de Zatko depois de deixar o Twitter. O acordo não permitiu que Zatko falasse publicamente, mas permitiria que ele agisse como um denunciante do governo sobre o seu tempo na empresa.

A justiça aceitou que o advogado de Musk adicionasse as alegações de Zatko ao processo, mas negou o pedido de adiamento do julgamento.

Segundo Musk, Zatko também questionou a rede social sobre o número de bots e contas falsas - argumento usado pelo dono da Tesla para desistir da compra do Twitter - e sobre alegadas falhas de segurança e privacidade, antes de ser demitido.