Economia

Honda corta parte da produção em duas fábricas japonesas por problemas de abastecimento

8 setembro 2022 11:20

andy rain/epa

A Honda, construtora nipónica de automóveis, anunciou que irá reduzir a produção no mês de setembro em duas fábricas japonesas, depois de ter feito o mesmo em agosto

8 setembro 2022 11:20

A Honda vai cortar em 40% as suas metas de produção para setembro em duas fábricas japonesas devido a dificuldades de abastecimento, segundo notícia da Reuters desta quinta-feira, 8 de setembro, sinalizando a continuação das dificuldades da indústria automóvel em assegurar componentes essenciais para a construção de veículos, como semicondutores e metais.

A Honda, construtora nipónica de automóveis, anunciou que a redução da produção alcançaria os 40% em setembro ao cortar os volumes previstos para duas linhas de produção da fábrica de Saitama, a norte da capital japonesa, Tóquio. Também a fábrica de Suzuka irá, entretanto, diminuir as metas de produção em 20% neste mês.

Este corte soma-se aos cortes anunciados anteriormente, em agosto, de uma redução de 40% e de 30% nas fábricas de Saitama e Suzuka, respetivamente, para o inicio de setembro.

Segundo a construtora, foi necessário fazer esta recalibração devido à falta de materiais críticos para a produção de veículos, como semicondutores, à dificuldade de assegurar outros componentes devido à quebra das cadeias de abastecimento, e a surtos de covid-19.

A Honda já tinha normalizado a produção em junho nestas duas fábricas, segundo a Reuters, antes de se ver obrigada a tomar medidas de novo perante a escassez de componentes.