Economia

"Temos um banco que um dia não será maioritariamente nosso", afirma o presidente dos CTT

6 setembro 2022 17:05

Os Correios estão a negociar a entrada de um novo acionista no Banco CTT, e o presidente executivo, João Bento, avançou que está nos planos da empresa, no futuro, abdicar do controlo do banco postal

6 setembro 2022 17:05

Em breve, o Banco CTT terá um novo acionista, na sequência de um processo que decorre há alguns meses, e que visa a abertura do capital do banco postal. Esta terça-feira, o presidente dos CTT, João Bento, admitiu no Parlamento, que no futuro os Correios deixarão de ter o controlo do banco. "Temos um banco que um dia não será maioritariamente nosso", afirmou,

Têm sido entregues propostas não vinculativas aos CTT, sendo que um dos interessados é, segundo o Jornal Económico, a Una Seguros, empresa controlada por um grupo chinês CNTY – China Tianying, um player da área ambiental e energética, no setor segurador e financeiro.

Os Correios já confirmaram que têm recebido “manifestações de interesse com vista a uma potencial aquisição de uma participação qualificada minoritária no capital do Banco CTT”.

Manuel Champallimaud é o maior acionista dos CTT, com 13,12% do capital.