Economia

OPEP+ reduz produção em 100.000 barris diários a partir de outubro

5 setembro 2022 14:50

maksim safaniuk/getty images

A OPEP+ decidiu reduzir a produção em 100 mil barris diários a partir de outubro, antecipando uma desaceleração da economia que levará a um menor consumo de crude

5 setembro 2022 14:50

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os seus aliados (OPEP+) decidiram esta segunda-feira, 5 de setembro, reduzir a produção em 100.000 barris diários a partir de outubro, face a possíveis impactos gerados pela desaceleração da economia.

Os representantes da OPEP e os seus 10 aliados concordaram em “regressar às quotas de agosto”, o que representa uma redução diária de 100.000 barris, face ao ano passado, anunciou, em comunicado.

A organização teme que uma desaceleração da economia, a nível mundial, possa reduzir a procura.

O grupo, que se reuniu por videoconferência, deixou em aberto a possibilidade de voltar a discutir este tema antes da próxima reunião, agendada para 5 de outubro, face à evolução do mercado.

A OPEP+ tem vindo a resistir aos apelos do Ocidente para aumentar a produção de modo a conter a subida dos preços e da inflação.

Pelas 13h50 (hora de Lisboa, mais uma em Viena), o preço do barril de Brent do mar do Norte estava a subir mais de 3% para 96,40 dólares (cerca de 96,82 euros), enquanto o valor do WTI aumentava, na mesma ordem, para os 89,90 dólares (90,3 euros).