Economia

Grupo EDP empurra PSI para o "vermelho"

2 setembro 2022 8:48

thana prasongsin/getty images

O PSI abriu a sessão desta sexta-feira em baixa, pressionado pelo grupo EDP. A Europa começou o dia em alta (à exceção de Madrid)

2 setembro 2022 8:48

O PSI, índice de referência da bolsa portuguesa, abriu a sessão de negociação desta sexta-feira no “vermelho”, pressionado pelo grupo EDP e pela Corticeira Amorim, que lidera as perdas. Às 8h25, o índice apresentava uma desvalorização de 0,31%, para 5942,46 pontos.

Das 15 cotadas que compõem o índice de referência português, sete encontram-se em baixa, nomeadamente o grupo EDP, com duas cotadas que fazem parte dos “pesos pesados” que mais influenciam o PSI.

A EDP cai 0,84% e a EDP Renováveis 0,29%, para 4,725 e 23,95 euros por ação, respetivamente.

Contudo, é a Corticeira Amorim a empresa que lidera as quedas, ao perder 1,39%, para 9,96 euros por ação.

Por outro lado, seis cotadas negoceiam no “verde”. O BCP é a empresa que mais cresce, ao avançar 0,77%, para 0,1439 euros por ação, a Galp ganha 0,56%, para 10,715 euros, e a Jerónimo Martins avança 0,27%, para 21,88 euros.

Lisboa contraria, assim, a Europa, onde as principais praças começaram o dia em terreno positivo (à exceção de Madrid). Por exemplo, o índice de referência europeu, Stoxx 600, ganha aproximadamente 0,5%.