Economia

Bolsa de Lisboa fechou agosto com uma queda mensal de 2,1%

2 setembro 2022 12:24

Foto: Euronext

O índice PSI encerrou o mês de agosto nos 5995,24 pontos, menos 2,1% que em julho, mas mais 10,7% que em agosto de 2021. As cotadas que mais se destacaram foram a Jerónimo Martins e o grupo EDP

2 setembro 2022 12:24

O índice PSI encerrou o mês de agosto nos 5995,24 pontos, menos 2,1% que em julho, mas mais 10,7% que em agosto de 2021, de acordo com o balanço mensal da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), publicado esta sexta-feira.

As cotadas que mais se destacaram no mês em análise foram a Jerónimo Martins (que cresceu 12,84%), a EDP (12,7%) e a EDP Renováveis (12,52%).

A CMVM indica ainda que a “volatilidade do índice foi de 14,28%, abaixo dos 20,52% fixados no mês anterior e acima dos 7,78% registados em igual período do ano passado”.

Relativamente ao valor transacionado em agosto, este totalizou 2386,6 milhões de euros, menos 570,9 milhões de euros (19,3%) que no mês anterior e mais 750,5 milhões (45,9%) do que no mês homólogo.

No MTS Portugal (mercado secundário de dívida pública), “o volume transacionado sobre títulos de dívida totalizou 2889 milhões de euros em agosto, o que representa um decréscimo mensal de 21,8%, com as transações sobre Obrigações do Tesouro a diminuírem 11,3% e sobre Bilhetes do Tesouro a recuarem 36,3%”.

O regulador dos mercados nota também que a capitalização bolsista da Euronext Lisbon totalizou 222.882,5 milhões de euros, menos 16.452,8 milhões (6,9%) que em julho e menos 9,8% que em agosto do ano passado.

“O segmento acionista do mercado regulamentado decresceu 3% para 87.250,3 milhões de euros e o segmento obrigacionista caiu 9,3% para 135.164,4 milhões de euros”, lê-se, por fim, na nota da CMVM.