Economia

Taxa de desemprego recua em julho na zona euro e na UE

1 setembro 2022 10:34

juanjo martin/epa

A taxa de desemprego recuou, em julho, para os 6,6% na zona euro e os 6% na UE. Espanha (12,6%) e Grécia (11,4%) registaram as maiores taxas de desemprego

1 setembro 2022 10:34

A taxa de desemprego recuou, em julho, para os 6,6% na zona euro e os 6% na União Europeia (UE), segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

De acordo com o serviço estatístico europeu, na zona euro, os 6,6% de taxa de desemprego comparam-se com os 6,7% de junho e os 7,7% de julho de 2021.

Na UE, o desemprego recuou, em julho, para os 6,0%, face aos 6,1% do mês anterior e aos 6,9% homólogos.

O Eurostat estima que em julho estavam 12.959 pessoas desempregadas na UE, das quais 10.983 na zona euro.

Entre os Estados-membros, a Espanha (12,6%) e a Grécia (11,4%) apresentaram as maiores taxas de desemprego em julho, seguidas por Chipre (8,0%).

A República Checa (2,3%), a Alemanha e Malta (2,9% cada) registaram as menores taxas de desemprego.

Portugal registou uma taxa de 5,9% em julho.