Economia

FMI e Sri Lanka com acordo preliminar para financiamento de 2,9 mil milhões de euros

1 setembro 2022 7:17

stefani reynolds

O Sri Lanka, que está a enfrentar a pior crise económica desde a independência do Império Britânico em 1948, assegurou um empréstimo equivalente a 2,9 mil milhões de euros por parte do FMI

1 setembro 2022 7:17

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou que chegou a um acordo preliminar para financiar o Sri Lanka com 2,9 mil milhões de dólares (equivalente ao euro) ao longo de quatro anos.

Uma equipa do FMI, em visita ao Sri Lanka, informou em comunicado que o acordo preliminar está sujeito à aprovação da direção e do conselho executivo do FMI, "dependendo da implementação pelas autoridades de ações prévias, e de receber garantias de financiamento dos credores oficiais do Sri Lanka e de fazer um esforço de boa fé para alcançar um acordo de colaboração com credores privados".

O Sri Lanka está a enfrentar a pior crise económica desde a independência do Império Britânico em 1948, na qual se sente a falta de bens essenciais como combustível, medicamentos e alimentos, devido a graves carências de moeda estrangeira.

A nação insular suspendeu o pagamento de quase sete mil milhões de dólares de dívida externa devida para este ano. A dívida externa total do país ascende a mais de 51 mil milhões de dólares, dos quais 28 mil milhões de dólares têm de ser reembolsados até 2028.

O FMI disse que a economia do Sri Lanka deverá contrair 8,7% este ano e que a inflação ultrapassou os 60%.

"Neste contexto, o programa das autoridades, apoiado pelo Fundo [Monetário Internacional], teria como objetivo estabilizar a economia, proteger a subsistência do povo do Sri Lanka, e preparar o terreno para a recuperação económica e promover um crescimento sustentável e inclusivo", afirmou.