Economia

De uma assentada, Banco de Portugal denuncia oito sites de crédito a portugueses emigrados

30 agosto 2022 18:13

getty images

Sites virados para comunidades emigrantes denunciados: não podem dar crédito

30 agosto 2022 18:13

“Empréstimo Urgente Hora”. “Precisa de um empréstimo urgente para hoje? Conseguir Um Crédito Pessoal Urgente e Rápido Online. A taxa de 2%”. Há também vídeos com depoimentos de quem alegadamente pediu crédito junto de um “credor” que se apresenta como Tiago Pinto.

Estas são algumas das informações – ilegais – que constam dos sites que o Banco de Portugal revelou esta terça-feira, 30 de agosto, não estarem autorizado à concessão de crédito. Na hora de pedir crédito, é preciso ter certezas de que a entidade que o está a conceder está efetivamente autorizada a fazê-lo.

“O Banco de Portugal adverte que os responsáveis pelos sítios da Internet e pelos perfis da rede social Facebook infra identificados não estão na presente data, nem nunca estiveram, habilitados a exercer, em Portugal, a atividade de concessão de crédito ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal”, segundo o comunicado que foi divulgado pela autoridade liderada por Mário Centeno.

Em causa estão os oito sites, que estão dirigidos a comunidades emigrantes:

i.https://novoservico.com/,

ii.https://emprestimo-urgente-portugal.jimdosite.com/,

iii.“Emprestimo Rapido Portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimo-Rapido-Portugal-107775891757123),

iv.“Tiago Emprestimo rápido Portugal” (https://www.facebook.com/Tiago-Emprestimo-r%C3%A1pido-Portugal-112241401239834/?ref=page_internal ),

v.“Tiago Pinto Empréstimo de Dinheiro Portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimoportugalsuicafranca ),

vi.“Emprestimo Credito Portugal Rapido”(https://www.facebook.com/profile.php?id=100076435200441),

vii.“Tiago Pinto empréstimo do dinheiro em portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimocreditoemprestimoportugal/),

viii.“EmprestimoUrgente.pt” (https://www.facebook.com/Emprestimoportugalsuuca/).

Para poder realizar operações de crédito, é preciso estar habilitado a fazê-lo, e há uma lista do Banco de Portugal a indicar quais são elas. Há várias atividades em Portugal que só podem ser levadas a cabo por entidades ali registadas, e quando o supervisor tem indicações de que estão a ser prestada ilegalmente, faz comunicados a anunciar (além de eventuais procedimentos contraordenacionais).

Ainda esta semana a autoridade denunciou um site não só por conceder crédito como por exercer atividade de intermediário de crédito e consultoria a contratos (EURP Oferta de Crédito em Portugal) e também deixou claro, na semana passada, que a “Revendedores.pt”, nomeadamente, através da página na internet “https://revendedores.miiduu.com/”, não pode receber depósitos ou outros fundos de clientes.

Os avisos do Banco de Portugal (e da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, em relação a intermediários financeiros) foram-se tornando mais frequentes há dois anos. Houve um aumento destes sites que prestam serviços de forma ilegal com a pandemia de covid-19, quando houve uma transferência para o digital de muitos serviços.