Economia

Com inflação a rondar os 80%, banco central da Turquia resolve baixar taxa de juro em 100 pontos-base

18 agosto 2022 14:24

chris mcgrath/getty images

O banco central da Turquia anunciou esta quinta-feira, 18 de agosto, um corte de 100 pontos-base, 1 ponto percentual, da taxa de juro de referência, para os 13%

18 agosto 2022 14:24

O banco central da Turquia anunciou esta quinta-feira, 18 de agosto, um corte de 100 pontos-base, 1 ponto percentual, da taxa de juro de referência, para os 13%, numa altura em que o país lida com uma grave crise inflacionista que atirou a subida do índice de preços no consumidor para mais de 80%.

Segundo o Financial Times, esperava-se que o banco central mantivesse a taxa de juro nos 14%, mas acabou por surpreender com esta descida, que justifica com a necessidade de dar estímulo à economia numa altura em que "indicadores avançados para o terceiro trimestre sugerem a possibilidade de abrandamento do crescimento", considerou o banco central.

O corte visa defender as condições de crescimento da produção industrial e do emprego no contexto de incerteza geopolítica global e de abrandamento económico das grandes economias.

O banco central turco vai em contraciclo com os bancos centrais globais, que estão em contrarrelógio a subir taxas de juro para frenar a subida dos preços, provocando assim um abrandamento das atividades económicas dos respetivos países.

O Financial Times lembra que a moeda turca, a lira, já perdeu mais de 25% do seu valor em 2022 devido à fuga de capital, com os detentores da divisa turca a quererem livrar-se de uma moeda sujeita às decisões de um banco central que tem sido tudo menos independente no que toca a pressões da presidência de Recep Tayyip Erdoğan.

Segundo o jornal, o presidente do banco central, Şahap Kavcioğlu, pode ter sido encorajado a cortar as taxas de juro, inalteradas desde dezembro, devido à entrada na Turquia de divisas estrangeiras.