Economia

Caos está mais ordenado? Aeroporto de Lisboa ainda tem 3000 malas 'perdidas'

21 julho 2022 23:25

Com falta de trabalhadores, as companhias ajustaram a oferta e o caos deu lugar a uma maior normalidade

horacio villalobo/getty images

Malas por entregar reduziram-se de oito mil para três mil. Groundforce admite contratar para gerir situação

21 julho 2022 23:25

Começou a haver mais ordem no caos, mas o problema está longe de estar resolvido. O cheiro fétido que por vezes saía de uma das centenas de malas amontoadas nas zonas de recolha de bagagem um pouco por todos os aeroportos do mundo, associado às imagens de longas filas de passageiros à espera de serem reencaminhados para novos voos, após cancelamentos de última hora, obrigou as companhias a agirem.

A urgência de mudança é grande, e na última semana as imagens de caos que encheram o espaço mediático nos primeiros dias de julho atenuaram-se bastante. As companhias aéreas meteram travão a fundo, mudaram de estratégia e ajustaram a oferta. E o número de voos cancelados reduziu-se substancialmente.