Economia

Easyjet comemora dez anos com mais um avião em Lisboa. Plano é recuperar perdas da pandemia em 2022

17 março 2022 20:51

José Lopes, diretor da EASYJET (Foto D.R.)

Easyjet vai crescer 15% no verão e espera chegar aos valores pré-pandemia ainda em 2022. Haverá mais quatro rotas e serão contratadas mais 33 pessoas, entre pilotos e tripulantes de cabine. Não estão previstos aumentos de preços

17 março 2022 20:51

A EasyJet aproveitou a comemoração dos dez anos da inauguração da primeira base em Portugal para anunciar mais um avião em Lisboa, a partir do verão IATA. Consegue-o graças a slots que foram sendo deixados por companhias mais pequenas, que com a pandemia deixaram de operar no aeroporto de Lisboa, explicou o diretor geral da EasyJet, José Lopes, ao Expresso.

A companhia conseguiu voar em 2021 o dobro do que voou em 2020 e espera voar este verão mais 95% do que no primeiro ano de pandemia, explica. Para já, a EasyJet está "satisfeita com os slots que tem para o verão", assegura o gestor.

A EasyJet é uma das candidatas aos 18 slots que a TAP será obrigada a libertar no inverno deste ano, por cauda da aprovação do plano de reestruturação por Bruxelas. As candidaturas decorrem até 24 de março e o resultado será anunciado a 13 de junho.

Dada a cobertura de risco de jet fuel da EasyJet, José Lopes não prevê, para já, que haja um aumento dos preços dos bilhetes em breve, apesar da subida do preço dos combustíveis.

Com o investimento anunciado esta quinta-feira, a companhia passa a ter 16 aviões, seis em Lisboa, seis no Porto e quatro em Faro, e a empregar mais de 550 pessoas, das quais 180 baseadas na capital. Serão contratados mais 33 trabalhadores.

Portugal é um dos principais mercados da EasyJet, e a companhia está "muito satisfeita" com o desempenho do mercado, onde se estreou em 1998, durante a Expo 98. Desde aí, a trajetória tem sido de crescimento. E assim deverá continuar. "A nossa vontade é a de chegar a 2023 com mais 100 pessoas", confessa José Lopes, em declarações ao Expresso.

As quatro novas rotas anunciadas a partir de aeroportos portugueses, são: Lisboa – Porto Santo; Porto – Praga; Faro – Birmingham e Faro – Londres Southend. As novas ligações da companhia estarão a operar durante os meses de verão. A conexão entre Lisboa e Porto Santo estará disponível para viagens a partir de 2 de junho até 25 de setembro, através de duas frequências semanais. As restantes rotas (Porto-Praga; Faro-Birmingham e Faro-Londres Southend) serão operadas duas vezes por semana, entre o início de maio e o final de outubro de 2022.

A EasyJet, sublinha que iniciou em 2008 a sua operação em rotas domésticas. Cerca de quatro anos depois, em abril de 2012, inaugurou a base na capital portuguesa. Até ao momento, já transportou mais de 27,8 milhões de passageiros, contando agora com 19 ligações para aeroportos europeus em cerca de nove países.

Em Portugal, a EasyJet é a terceira maior companhia aérea. José Lopes reafirma-se como número um no Funchal, número dois no Porto e Faro e número três em Lisboa. A ambição é a de chegar a número dois em Lisboa.

A EasyJet espera alcançar o crescimento pré-pandemia até 2023. "Estamos a adicionar capacidade e esperamos voar cerca de 74% da capacidade de 2019 no segundo trimestre e esperando que a capacidade do quarto trimestre de Verão se aproxime dos níveis de 2019", sublinha em comunicado.