Economia

Centrais a carvão de Sines e do Pego podem ser reativadas

17 março 2022 23:25

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Em Sines, dois grupos geradores já foram desmantelados, mas há outros dois que podem ser reativados

d.r.

Nas últimas semanas, a Direção-Geral de Energia e a REN estudaram reativar as duas termoelétricas, mas o Governo resiste e garante que as centrais não são necessárias

17 março 2022 23:25

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) e a REN têm estado a estudar a possibilidade de reabertura das centrais a carvão de Sines e do Pego, para acautelar um cenário de emergência para o sistema elétrico nacional, mas o Governo descarta essa possibilidade. Ao que o Expresso apurou, há cerca de duas semanas a DGEG pediu à EDP para suspender o desmantelamento da termoelétrica de Sines, de modo a que os dois grupos geradores que ainda estão de pé (dos quatro que existiam) possam vir a ser reativados em caso de necessidade.

Já no caso da termoelétrica a carvão do Pego, propriedade da Tejo Energia, a unidade, embora tenha parado em novembro de 2021 (devido ao fim do seu contrato de aquisição de energia e da licença de produção), está operacio­nal, não tendo havido ainda qualquer operação de desmantelamento, o que facilitará uma eventual reativação da central.