Economia

Pirataria informática: em 2021 houve quase 900 ataques por semana em Portugal

14 janeiro 2022 14:27

Foto: Getty Images

De acordo com os dados citados pelo “Jornal de Negócios” desta sexta-feira, a maioria das entidades afetadas pertence aos setores da educação, saúde e administração pública e setor militar

14 janeiro 2022 14:27

A cada semana de 2021, estima-se que houve 881 ataques informáticos a organizações em Portugal, segundo dados da empresa de software Check Point citados pelo “Jornal de Negócios” desta sexta-feira, naquilo que constitui uma subida de 81% face a 2020. De acordo com os dados citados pelo jornal, a maioria das entidades afetadas pertence aos setores da educação, saúde e administração pública e setor militar.

Já segundo as contas do Observatório do Centro Nacional de Cibersegurança, o número de incidentes graves subiu 90% em 2021 face ao ano anterior, totalizando 1418 ataques. Em 2020, foram contabilizados 754.

O jornal avança igualmente que o pico de ataques ocorreu em dezembro de 2021. E que, em média, um ataque de “ransomware” (roubar dados e pedir um resgate em troca) custa 4,62 milhões de dólares (cerca de quatro milhões de euros) às entidades vítimas de pirataria, de acordo com um estudo da IBM.

A 2 de janeiro, o grupo Impresa, de que faz parte o Expresso, foi alvo de um ataque informático que afetou a operação diária da empresa de media.