Economia

Acordo europeu “poderia ter sido melhor”, diz Lagarde

22 julho 2020 16:26

A presidente do BCE, Christine Lagarde

vincent kessler

A presidente do Banco Central Europeu considera que os líderes europeus deveriam ter aprovado um acordo com mais susbidios a fundo perdido para os países mais atingidos pela pandemia.

22 julho 2020 16:26

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reconheceu esta quarta-feira que o pacote de 750 mil milhões de euros aprovado este fim de semana pelos líderes da União Europeia para combater os efeitos da pandemia poderia ter sido mais ambicioso para as regiões mais afetadas.

“Poderia ter sido melhor, mas é um projeto muito ambicioso”, afirmou Lagarde numa conferência digital organizada pelo jornal norte-americano americano “Washington Post”.

Depois de uma maratona negocial, os líderes europeus aprovaram um fundo de recuperação no valor de 750 mil milhões de euros, dos quais 390 mil milhões sob a forma de empréstimos e 360 mil milhões a fundo perdido. A proposta inicial era de que 500 mil milhões assumissem a forma de subsídio a fundo perdido.

A antiga diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse ainda que a pandemia do novo coronavírus vai acelerar a transformação da economia global, para um modo mais verde e mais digital. “O choque foi brutal e severo e ainda não acabou. É dificil prever o que vai acontecer”, acrescentou Lagarde, citada pelas agências internacionais.