Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Central da EDP lidera ranking de segurança e eficiência de barragens no Brasil

A Aneel, autoridade que supervisiona o sector elétrico brasileiro, concluiu um relatório que é encabeçado, em termos de garantias técnicas, ambientais e de segurança, por um empreendimento hidroelétrico da EDP

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A central hidroelétrica de Lajeado, detida pela EDP Brasil, foi classificada com a melhor pontuação entre mais de uma centena de barragens avaliadas pelo supervisor brasileiro do sector elétrico, a Aneel, num ranking que pondera critérios como a segurança, desempenho ambiental e operacional, disponibilidade técnica, entre outros.

A central explorada pela EDP no Estado de Tocantins, com 902 megawatts (MW) de potência, surge no topo da lista, com uma pontuação de 99,55 (numa escala de zero a 100), tendo alcançado a pontuação máxima na monitorização ambiental, na segurança e na garantia das operações e da manutenção.

O relatório da Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica recolheu dados entre outubro e dezembro do ano passado, que servirão para a fiscalização de que as centrais hidroelétricas serão alvo, quer de forma remota, quer presencialmente.

A barragem com pior desempenho, de acordo com o documento, é a de Volta Grande, explorada desde 2017 pela Enel Brasil, estando instalada no Estado de Minas Gerais, com uma capacidade de 380 MW. Esta central ficou com uma pontuação de 45,4.

Os dados agora compilados pela Aneel serão utilizados no trabalho de fiscalização que o supervisor brasileiro anunciou na semana passada e que envolve visitas técnicas a 142 barragens até maio (entre elas está a de Lajeado, da EDP). Mas até ao final do ano a Aneel conta vistoriar um total de 335 empreendimentos hidroelétricos no país.

Entre 2016 e 2018 a Aneel fez visitas técnicas a 122 centrais hidroelétricas.