Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Autoeuropa já estuda modelo que vai suceder à carrinha Sharan

Bloomberg/Getty

Não será um modelo elétrico nem híbrido, mas já há várias hipóteses em cima da mesa. Responsáveis da fábrica da Palmela já estão a discutir com a 'casa-mãe', na Alemanha, o sucessor do modelo que é fabricado há mais de 20 anos.

A Autoeuropa está já a estudar com a ‘casa-mãe’, na Alemanha, a produção do futuro modelo com que a Volkswagen poderá vir a substituir a carrinha monovolume Sharan - que é feita em Palmela desde 1995 e que se prevê venha a ser fabricada pelo menos por mais três anos, embora dependa sempre da procura que o mercado ditar.

O Expresso apurou junto de fontes próximas da empresa que não será, no entanto, nenhum modelo elétrico, ao contrário do que chegou a ser equacionado, nem híbrido, pois a fábrica de Palmela não está preparada para tal.

Isso implicaria mudanças consideráveis ao nível das infraestruturas de base naquela unidade e - depois do investimento de várias centenas de milhões de euros feito para acolher a produção do T-Roc -, a Volkswagen não está, para já, a considerar uma nova injeção de capital na fábrica de Palmela.

Em cima da mesa ainda não há nada de concreto mas, segundo o Expresso, apurou, decorrem já reuniões para equacionar as possibilidades futuras da Autoeuropa, assim que o modelo Sharan for descontinuado.

Enquanto isso não estiver decido, a produção do T-Roc entrará na sua velocidade cruzeiro, atingindo as 240 mil unidades anuais já este ano, contra as expectativas do ano passado que saíram goradas devido à instabilidade laboral que se viveu na empresa durante vários meses e, num segundo momento, muito condicionadas pelas greves dos estivadores no Porto de Setúbal, por onde é escoada praticamente toda a produção da Autoeuropa.