Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Conserveira Ramirez lança loja 'online'

As conservas da Ramirez ficam à distância de um clique

DR

Ramirez é a primeira conserveira a lançar um projeto digital para seduzir as gerações mais jovens, viciadas nas lojas virtuais.

A conserveira Ramirez, de Matosinhos, a empresa mais antiga no mundo das conservas de peixe, vai lançar este mês uma loja online. (www.ramirez.pt). É o primeiro projeto digital de uma empresa de conservas.

Numa primeira fase, a loja está disponível para o mercado europeu. Mas, o projeto digital tem caráter global - a Ramirez pretende cobrir ainda este ano todos os continentes, seduzindo para as conservas as gerações mais jovens..

A iniciativa é uma resposta da conserveira da família Ramirez "aos novos hábitos de consumo e aos desafios do consumidor digital", em especial às novas gerações que só lidam com lojas virtuais. Segundo a Ramirez, "até 2025 essa comunidade representará 47% da população ativa mundial".

Canal complementar

É um novo canal de distribuição "que visa complementar os canais tradicionais", vocacionado para a ligação direta ao consumidor", justifica Luís Avides Moreira, diretor do projeto.

A versão digital permite "um acesso rápido a uma gama muito diversificada de produtos e marcas, não totalmente disponível nos canais de distribuição tradicionais, a um preço competitivo", acrescenta o gestor.

Este é mais um contributo "para a contínua modernização dos processos do sector, para a vanguarda no serviço ao cliente", de uma conserveira fundada há 166 anos. Luís Avides Moreira estima que a loja virtual e outras plataformas digitais representem 10% do volume de negócios da empresa até 2025.

A Ramirez opera em mais de 50 mercados e produz 50 milhões de latas por ano de 60 referências que geram uma receita de 30 milhões de euros.