Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Concorrente americano da Tesla chama-se Lucid e tem financiamento árabe

D.R.

Ainda não está no mercado dos desportivos elétricos de luxo, mas já tem preços para os seus dois primeiros modelos. O mais barato custa 60 mil dólares (quase 52 mil euros), tem uma autonomia de 380 quilómetros

Também nasceu nos Estados Unidos da América, mas ainda não está no mercado e não goza da exposição mediática da Tesla. No entanto, conta, desde hoje, com mais mil milhões de dólares na sua conta bancária, vindos diretamente da Arábia Saudita.

A Lucid Motors, até há poucos anos uma ilustre desconhecida startup do mundo automóvel, propõe-se disputar o mercado dos carros desportivos elétricos de luxo onde a Tesla domina por completo. Para já, conseguiu o que Elon Musk (presidente da Tesla) também tentou mas, não foi capaz: um investimento significativo na sua empresa por parte do fundo soberano saudita – que há pouco mais de um mês avaliava a compra de uma parte significativa do capital da empresa de Musk.

Acontece que, desta vez, a Tesla saiu a perder, não apenas na captação de capital, como na cotação das suas ações na bolsa norte-americana, que esta segunda-feira caíram mais de 2% depois de ter sido divulgada a notícia do acordo conseguido pela Lucid Motors.

Lucid já fez saber publicamente que usará o financiamento agora conseguido para concluir o desenvolvimento do projeto de engenharia e também de alguns testes do seu modelo Lucid Air, apresentado há dois anos no Los Angeles Auto Show. Por outro lado, a Lucid Motors avançará finalmente para a construção da sua fábrica, no Arizona (EUA.

Sobre o modelo Lucid Air, o pouco que se sabe é que se trata de é um desportivo de luxo, cuja velocidade máxima ronda os 340 quilómetros por hora.

Poderá ser colocado no mercado em duas versões, daqui a um ano, sendo que o preço de entrada ronda os 60 mil dólares (51,3 mil euros). O motor debita 400 cavalos de potência e as baterias garantem uma autonomia de 380 quilómetros. O custo da versão mais cara da Lucid rondará os 100 mil dólares (86 mil euros), mas deverá ter praticamente o dobro da potência e uma autonomia de 540 quilómetros.