Diário

Dirigente do CDS chamou “agiota de judeus” a Aristides Sousa Mendes (e deu vivas a Salazar e à PIDE)

Abel Matos Santos deu apoio a Francisco Rodrigues dos Santos e foi depois chamado à sua direção

rui duarte silva

Publicações de 2012 a 2015 mostram elogios ao ditador português ou à PIDE e críticas ferozes ao cônsul que salvou muitos judeus do holocausto. Ao Expresso, Abel Matos Santos diz que publicações tiveram “o seu contexto”. Direção diz desconhecer as declarações mas lembra que pensamento de dirigente já era “conhecido” do partido

29 janeiro 2020 18:21

Mariana Lima Cunha

Mariana Lima Cunha

texto

Jornalista

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.