Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Não quero ser mãe a qualquer preço”: Sara quer lançar um movimento para quem desistiu da maternidade

Sara Serrão, 43 anos, desistiu de continuar a tentar engravidar, depois de recorrer três vezes a técnicas de procriação medicamente assistida

Uma mulher de 43 anos que desistiu de tentar engravidar. O relato de um falhanço. Na primeira pessoa. Porque nem todas as histórias têm um final feliz. Mas Sara não se fica pelo luto; quer gerar algo novo: um movimento de união das mães que não chegaram a ser

DEPOIMENTO RECOLHIDO POR CHRISTIANA MARTINS, FOTOS ANTÓNIO PEDRO FERREIRA

“43 anos? Tem quantos filhos?” “Nenhum, infelizmente não consegui engravidar.”

Quantas vezes as conversas se engasgaram nesta pergunta? Quantas? A partir de determinado momento, decidi que não valia a pena contornar o assunto, alimentar o tabu; agora, esclareço logo. Não perco tempo com silêncios incómodos, palavras caladas, especulações alimentadas. Sim, eu queria ter sido mãe, mas não consegui. Tenho companheiro, tenho uma situação financeira estável, mais do que tudo isso, eu queria ter sido mãe. Não fui. Essa é a verdade que, dia a dia, vou tentando aprender a aceitar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)