Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Advogados de Mexia e Pinho combinaram estratégia perante o Ministério Público

Pinho e Sá Fernandes foram ao DCIAP a 17 de julho de 2018, mas não prestaram declarações aos procuradores

Luís Barra

Em julho os advogados João Medeiros e Ricardo Sá Fernandes concertaram uma posição comum para evitar incongruências entre a argumentação da EDP e a de Manuel Pinho junto dos procuradores do DCIAP. Pinho chegou a sugerir falar com o advogado de Mexia... em Alicante

Miguel Prado

Miguel Prado

texto

Jornalista

Terça-feira, 3 de julho de 2018. Depois de uma conversa por telefone com Ricardo Sá Fernandes, o advogado João Medeiros desloca-se à EDP. Medeiros, que representa António Mexia no processo 184/12, em que o presidente executivo da EDP é arguido, vai com um único ponto na sua agenda: apresentar à empresa um conjunto de propostas de Manuel Pinho, no âmbito da defesa de ambas as partes no processo que investiga suspeitas de corrupção entre a elétrica e o antigo ministro da Economia.

Manuel Pinho, que desde maio tinha formalmente deixado de ser arguido no processo, sugeria então duas coisas. Em primeiro lugar, que a EDP lhe facultasse informação. E, em segundo lugar, que ele se pudesse encontrar com o advogado de Mexia, João Medeiros, mas não em Portugal. Pinho sugeriu que a conversa decorresse em Alicante, Espanha.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)