Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Militar detido entrou no assalto a Tancos para ajudar a mãe acamada

“Aquilo não tinha segurança nenhuma, a rede estava toda rebentada e podiam estar ali duas horas à vontade”, afirmou um dos arguidos do assalto a Tancos

Tiago Miranda

Furriel Filipe S. deu aos cúmplices detalhes sobre as fragilidades e horários das rondas em Tancos e informação sobre o armamento que podiam roubar. “Aquilo é tranquilo, não tem segurança”

Hugo Franco

Hugo Franco

texto

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

texto

Jornalista de Sociedade

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)

  • Assalto a Tancos começou a ser preparado em 2016

    A SIC teve acesso a documentos que indicam que o assalto aos paióis de Tancos começou a ser preparado em 2016, um ano antes de acontecer. Ao longo de vários meses, o mentor do assalto começou a receber informação sobre as falhas de segurança da área através do ex-militar que esta quarta-feira ficou em prisão preventiva