Cultura

Canal de lifestyle estreia-se em plena quarentena “com muita inspiração e ideias”

7 abril 2020 18:50

O chef espanhol Julius Bienert apresenta "22 Minutos de Julius"

Pedro Mota Carmo, CEO da Dreamia, apresenta o Casa e Cozinha, que chega esta quarta-feira. O novo canal português de lifestyle conta com programas de decoração, culinária, moda, beleza, viagens e bem-estar

7 abril 2020 18:50

Querem chegar a um público o mais alargado possível, sem esconder uma assinatura mais feminina, e chegam à televisão portuguesa numa altura em que o consumo de conteúdos dispara. Os responsáveis pelo Casa e Cozinha — novo canal de lifestyle da Dreamia, a produtora nacional responsável pelos canais temáticos Panda, Biggs, Hollywood e Blast — apostam assim numa grelha diversificada com conteúdos portugueses originais e formatos internacionais de sucesso, inéditos no país. O CEO Pedro Mota Carmo apresenta o canal, que quer apostar também no digital, em entrevista ao Expresso.

O canal Casa e Cozinha é lançado em pleno Estado de Emergência. É uma coincidência ou pura estratégia?

O projeto tinha já uma data de estreia planeada há vários meses, definida para o mês de abril. As circunstancias actuais complicaram a logística deste lançamento, mas sentimos que era necessário fazer um esforço adicional para disponibilizar esta oferta de conteúdos, especialmente neste período de grande procura de alternativas pelas famílias portuguesas que agora poderão alargar as suas opções, acedendo a conteúdos úteis e com qualidade, onde podem encontrar muita inspiração e ideias.

O que traz o Casa e Cozinha de diferente para a oferta televisiva em Portugal?

O Casa e Cozinha é desde logo um canal português de Lifestyle, produzido por uma empresa portuguesa, com conteúdos diversificados e ideias criativas sobre decoração, culinária, moda, beleza, viagens e bem-estar, e que mistura produções internacionais de sucesso com produções próprias originais, construídas de raiz para o seu público. Trata-se um canal muito prático, muito localizado, muito dinâmico, com um look atual e fresco que, como o próprio claim afirma, pretende ser um lugar de inspiração para a vida. O Casa e Cozinha pretende ter também uma componente digital que queremos desenvolver de forma segura e dinâmica desde o início.

Estamos a falar de quantos programas inéditos? Há reposições são tudo estreias?

Mais de 80% da grelha do Casa e Cozinha é composta por formatos inéditos em Portugal e essa será a linha a manter no futuro. Damos muita importância aos conteúdos originais e entendemos que o nosso publico quer ser surpreendido com conteúdos inovadores e nunca vistos.

Vão apostar mais na compra de formatos internacionais ou em produções portuguesas?

Teremos uma aposta em produtos que se adequem ao nosso mercado, com produções originais, também em português. Para o lançamento já contamos com três produções próprias que iremos ampliando progressivamente, mas existem também muitos conteúdos de sucesso internacional que tencionamos trazer para Portugal.

Quais são os programas mais originais?

Considero que sejam os programas de assinatura própria, tais como “A Nossa Cozinha”, da responsabilidade de Maria José Sousa, proprietária e chef do conceituado restaurante alentejano “A Taberna do Adro”, que dará a conhecer receitas tradicionais de norte a sul de Portugal; o programa “Cozinhamos Contigo”, conduzido pela chef Lúcia Ribeiro, líder do projeto MIMO em Portugal e um dos jovens talentos mais promissores da gastronomia portuguesa, ou o “Personaliza a tua casa”, conduzido pela blogger e crafter Sofia Parapluie que visitará vários artesãos nacionais, ensinando técnicas para transformar e criar peças decorativas para a casa.

Não é apenas cozinha ou só lifestyle. Juntar vários universos temáticos é uma forma de chegar a mais pessoas?

Queremos chegar a um público o mais alargado possível e que se interessa pelo universo da decoração, culinária, moda, beleza, viagens e bem-estar. A diversidade de temas, a sua originalidade e utilidade são os aspetos que mais valorizamos na seleção dos nossos conteúdos e estamos convencidos de que os espectadores portugueses vão ficar rendidos à nossa programação que lhes servirá de inspiração, uma vez que lhes dará ideias de forma prática, criativa, útil, realista e familiar.

O canal vai estrear “Basics to Brilliance Kids”, uma série apresentada por Donna Hay — onde a famosa food stylist australiana revela o mundo da culinária às crianças

O canal vai estrear “Basics to Brilliance Kids”, uma série apresentada por Donna Hay — onde a famosa food stylist australiana revela o mundo da culinária às crianças

Que tipo de público esperam alcançar? Têm programas para todas as idades?

É essencialmente um canal mais feminino, mas com uma componente importante de programação que pode ser partilhada por toda a família. Por exemplo, para os mais pequenos, o canal vai estrear “Basics to Brilliance Kids”, uma série apresentada por Donna Hay, a famosa food stylist australiana, autora de vários bestsellers de culinária, em que revela o maravilhoso mundo da culinária às crianças, dando-lhes dicas e receitas simples para cozinharem com as suas famílias. Já para os espectadores jovens que vivem sozinhos, mas que se recusam a deixarem-se dominar pela preguiça de cozinhar só para uma pessoa, exibimos “Os 22 minutos de Julius”, um programa apresentado pelo famoso chef espanhol Julius Bienert, que nos mostra como é possível preparar uma refeição boa e fácil, em apenas 22 minutos.

Por enquanto está apenas disponível na NOS. A ideia é a alargar a outras plataformas ou manter o canal como exclusivo do operador?

O canal é lançado, nesta fase, na plataforma NOS, mas estará disponível para ser distribuído nas restantes plataformas.