Coronavírus

Há 48 procuradores especializados em cibercrimes em Portugal

4 março 2022 9:56

Lisboa tem seis procuradores para crimes informáticos, havendo comarcas que têm “apenas um”

4 março 2022 9:56

O Gabinete do Cibercrime da Procuradoria-Geral da República (PGR) tem “48 magistrados especializados em crimes informáticos em todas as comarcas do país“. A informação foi avançada ao semanário “O Novo” pelo responsável do gabinete, Pedro Verdelho.

Só em Lisboa, “por se tratar de uma comarca com mais população e muitos crimes informáticos”, há seis procuradores especializados. Noutras comarcas há apenas um.

As queixas deste tipo de crime “têm duplicado de ano para ano desde 2019”. Apesar do aumento ser “constante e persistente”, o Gabinete do Cibercrime realça “picos na altura dos confinamentos provocados pela pandemia de covid-19”. Em 2021, foi registado um total de 1160 denúncias, o que corresponde a mais do dobro das queixas recebidas em 2020 (544).