Coronavírus

Há estudantes sem acesso a aulas online durante o isolamento

25 janeiro 2022 8:45

CC0 Public Domain

Ministério da Educação diz não ter recebido quaisquer queixas relacionadas com falta de acesso às aulas de alunos confinados. Presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas diz que há outras formas para os estudantes manterem o contacto

25 janeiro 2022 8:45

Nem todas as escolas disponibilizam aulas online para os alunos que estão em isolamento. O responsável da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), Jorge Ascenção, pede que as escolas façam um esforço extra para garantir esse acesso. No entanto, de acordo com o jornal “Público”, o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, Filinto Lima, esclarece que as aulas online não são a única forma de os estudantes acompanharem as matérias.

“O que se espera é que quando um aluno vai para casa em isolamento, não fique desligado”, diz o representante da Confap. “A autonomia é muito bonita, mas é preciso ser responsável e às vezes parece existir alguma dificuldade [por parte das escolas] em fazer um esforço adicional. Esta situação [de necessidade de isolamento] é um constrangimento, claro, mas há que minimizar o impacto”, esclarece.

Filinto Lima sublinha que “cada escola tem, por causa da pandemia, o seu plano de ensino à distância”. E ele “não se resume às aulas online”. “Está-se a cair muito no erro de pensar que se o computador estiver virado para o quadro e o professor a escrever aí a matéria, esse é o único método, o salvador da pátria”, acrescenta. “O ensino à distância é muito redutor, mas se a escola tiver o computador virado para o quadro, os pais ficam mais satisfeitos, quando deviam dar mais valor à plataforma Classroom, às aulas assíncronas, que podem ser gravadas, e a outros métodos recomendados pelos professores”.

O Ministério da Educação diz não ter recebido qualquer queixa relacionada com a falta de acesso às aulas, mas lembra que as escolas devem dar resposta aos alunos que se encontrem em isolamento, de acordo com os planos que estabeleceram para o efeito no âmbito da pandemia.