Boa Cama Boa Mesa

Pecado ou tentação? O melhor da doçaria portuguesa vai estar à prova em Abrantes

4 outubro 2022 15:53

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Os ícones da doçaria nacional reúnem-se em Abrantes nos dias 21, 22 e 23 de outubro. A edição 20 da Feira Nacional de Doçaria Tradicional traz várias referências nacionais para adoçar os visitantes.

4 outubro 2022 15:53

Entre 21 e 23 de outubro, Abrantes vai transformar-se na capital da doçaria conventual e tradicional portuguesa. Durante os três dias do festival, os doces locais, como a Palha e a Tigelada de Abrantes, vão estar em destaque, mas à prova vão estar tentações oriundas de todo o território nacional. Além de licores, compotas e mel. A cereja no topo do bolo são as atividades culturais e desportivas para toda a família.

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Aos doces regionais, esta edição da Feira Nacional de Doçaria Tradicional acrescenta o Pastel de amêndoa de Vimioso, o Viriato e as Rotundinhas de Viseu, os Cartuchos de amêndoa e Impérios de Cernache do Bonjardim, o Licor Templário de Tomar e as Trouxas da Malveira. A estes, junta-se a doçaria alentejana de Portalegre, e o Dom Rodrigo, que se encontra em processo de certificação, bem como os doces finos do Algarve, com a associação de produtores de Lagos, a marcar forte presença. A Região Autónoma da Madeira regressa com o Bolo do Caco.

Como inovações, vão estar à prova variações dos doces tradicionais de Abrantes, a estrear na Feira da Doçaria, como os éclairs Palha de Abrantes e as natas Palha de Abrantes. Juntam-se ao Fardo, aos Bombons e Macarrones de Palha de Abrantes, ao Pastel Tigelada e à Tigelada de abóbora. Bolachas de amêndoa e mel, Nata de crocante de bolacha, Bombom de marmelo e Doce de dióspiro são outros dos novos produtos a abrilhantar este tentador evento.

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Pecado ou tentação, conte com as presenças já habituais do Pão-de-ló e das Cavacas de Margaride, das Queijadas de S. Gonçalo, das Lérias, dos Foguetes e das Brisas do Tâmega de Amarante, bem como com o Pão-de-ló de Ovar, o Pastel de Tentúgal, as Barrigas de Freira, os Pastéis meia-lua, as Cornucópias de Alcobaça, o Bolo Fidalgo, o Pão de rala, o Bolo Rançoso e a Sericaia do Alentejo, e claro, a Palha de Abrantes, as Tigeladas, as Broas e o Folar de Tramagal.

Na ementa estão associadas diversas atividades, entre elas, demonstrações culinárias, oficinas de doces sob o conhecimento da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes e do Agrupamento de Escola Verde Horizonte de Mação, música, animação infantil, exposições e desporto. Equilibra-se o consumo de doces com duas caminhadas, uma da Liga Portuguesa Contra o Cancro e outra turística noturna, e ainda um passeio de pasteleiras. As inscrições estarão disponíveis junto dos dinamizadores: o Grupo de Apoio de Abrantes da Liga Portuguesa Contra o Cancro, o COA – Clube de Orientação e Aventura e os Branquinhos do Pedal.

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Feira Nacional de Doçaria Tradicional

Para mais informações sobre a Feira Nacional de Doçaria Tradicional, que decorre na Esplanada 1º de Maio, no centro histórico da cidade, consulte as páginas da Câmara Municipal de Abrantes e da Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!