Siga-nos

Perfil

Expresso

A Europa desalinhada

Uma ameaça química no fundo do mar

Presseurop

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

Em 2009, a opinião pública sueca foi sacudida por uma reportagem da televisão pública SVT sobre as operações secretas russas de imersão de armas químicas no mar Báltico entre 1989 e 1992. Os jornalistas filmaram, com câmara oculta, uma das operações russas levada a cabo em águas territoriais suecas. Os contentores abandonados pelo exército russo encerram, sobretudo, gases paralisantes e resíduos radioativos.



O país ficou chocado não apenas com a atuação dos russos mas, sobretudo, pelo facto de, como revelou a investigação dos jornalistas, alguns membros do Governo sueco terem completo conhecimento, desde 1999, dos despejos de resíduos tóxicos perto da ilha de Gotland e nada fazerem para o impedirem.



Saiba o que esconde o mar Báltico em Presseurop.eu.