Siga-nos

Perfil

Expresso

O bónus eleitoral que chega com as greves

Na semana em que a Comissão Europeia confirmou o arrefecimento da economia, António Costa voltou a sublinhar a importância das “contas certas”. O PM fala agora de “impossíveis” numa clara resposta aos enfermeiros que decidiram partir para a guerra. Costa aceitou o desafio, decretou a requisição civil cheio de certezas na vitória. As contas fazem-se nas eleições

Por mais justas que nos pareçam as exigências dos enfermeiros, julgo que foram ultrapassados todos os limites. Escrevi-o quando os grevistas impuseram os primeiros piquetes nos principais hospitais e só me resta repeti-lo quando o país é confrontado com este novo e perigoso esticar de corda. A ameaça de faltar ao trabalho é de facto uma atitude intolerável como classificou e bem o Presidente da República.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)