Blitz

Mafalda Veiga: “Entrei em estúdio aos 20 anos, só com uma viola. Formei uma banda sem ter pisado um palco e num mês era Disco de Prata”

Mafalda Veiga
Mafalda Veiga
Rita Carmo

“Comecei sem nenhuma experiência e teria sido melhor não ter aprendido tudo em público”: Mafalda Veiga recorda o início precoce na música, em 1987. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Mafalda Veiga veio ao Posto Emissor, podcast da BLITZ, falar sobre as suas novas canções (e o concerto que dará a 6 de maio no Teatro Tivoli, em Lisboa), bem como recordar um trajeto que começou quando ainda era estudante, na Faculdade de Letras, do curso de Línguas e Literaturas Modernas.

Sobre o lançamento do seu primeiro álbum, “Pássaros do Sul” (1987), lembra: “Teria sido melhor não ter aprendido tudo em público. Entrei em estúdio com uma viola sem nunca ter tocado com músicos e formei uma banda sem nunca ter pisado um palco a sério. Comecei muito cedo, com 20 anos e sem nenhuma experiência. Num mês, o álbum era Disco de Prata.”

Pode ouvir a resposta completa a partir dos 39m 13s.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: blitz@impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas