Blitz

Afinal havia outra: Mariah Carey queria ser coroada “Rainha do Natal” mas o pedido foi rejeitado

Mariah Carey
Mariah Carey

O pedido para registar o termo “Rainha do Natal” foi negado a Mariah Carey

Está a chegar a época natalícia e ‘All I Want for Christmas Is You’ regressará certamente às tabelas de canções mais ouvidas, como tem sido tradição nas últimas três décadas, mas nem por isso Mariah Carey conseguiu ser coroada “Rainha do Natal”. A artista norte-americana viu ser-lhe rejeitado o pedido para registar o termo, bem como a tentativa de bloquear os pedidos de registo de “Princesa do Natal”.

Segundo informação avançada pelo site TMZ, o pedido, que foi feito em março do ano passado, foi rejeitado esta terça-feira pelo comité norte-americano de registo de marcas comerciais porque a equipa de Mariah Carey não conseguiu contestar a oposição de outra cantora: Elizabeth Chan, que dedicou a sua carreira a cantar sobre a época natalícia.

Chan, que editou recentemente um álbum chamado “12 Months of Christmas”, argumentou que ninguém deve “monopolizar” a palavra “Natal”. Em comunicado, a artista defendeu: “O Natal é uma época de dar e não de adquirir e é errado uma pessoa tentar ser dona e monopolizar um título como ‘Rainha do Natal’ com propósitos materialistas moralmente reprováveis”.

“Enquanto artista independente e dona de um pequeno negócio, o trabalho da minha vida é juntar as pessoas na época festiva, o que levou a que me chamassem Rainha do Natal”, diz ainda a cantora, “uso esse título como uma medalha de honra, ciente de que será – e deverá ser – concedido a outros no futuro. O meu objetivo é enfrentar o bullying de quem tenta registar a marca, não apenas para me proteger a mim mas também para proteger todas as futuras rainhas do Natal”.

A intenção de Mariah Carey, ao tentar registar a marca “Rainha do Natal”, era poder usá-la em produtos de merchandising, como perfumes, joias, canecas, chocolates, brinquedos ou lingerie.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas